FPV - Federação Paulista de VolleyBall

Vôlei Nestlé mantém invencibilidade em casa e conquista primeira vitória no Paulista

26/08/2017

Empurrada por sua fanática torcida, equipe de Osasco segue imbatível como mandante desde a última Superliga. Nesta sexta-feira, bateu o Vôlei Bauru numa batalha de cinco sets.





Fonte: ZDL

Osasco (SP) - Para o Vôlei Nestlé, o ginásio José Liberatti é sinônimo de conquista. Nesta sexta-feira (25), a fanática torcida de Osasco empurrou o time desde o primeiro ponto na vitória sobre o Vôlei Bauru em uma batalha de cinco sets, com parciais de 23/25, 25/20, 18/25, 25/22 e 15/11, em 2h09min, pela segunda rodada do Campeonato Paulista 2017/18. O resultado mantém a série invicta de 15 jogos da equipe de Carol Albuquerque, Mari Paraíba e cia, que não foi superada em nenhum confronto dentro de casa na última Superliga. A noite teve um ingrediente a mais. Grávida, a líbero Camila Brait recebeu carinho e aplausos das arquibancadas, ao lado de outras duas mães da equipe, Fabíola e Carol Albuquerque.

Jogadoras e comissão técnica enalteceram a garra e o crescimento apresentado pela equipe na primeira vitória pelo Estadual. “Foi um jogo difícil, sabemos que precisamos de ritmo, mas a vontade, a doação compensou a natural falta de entrosamento de um time renovado. Além disso, jogar em casa, com a torcida, que sempre vai junto, faz toda a diferença. A gente vem de derrota fora de casa e conseguimos manter a invencibilidade no Liberatti. Seguimos em frente, um passo de cada vez, jogo a jogo”, analisou Carol Albuquerque, lembrando do 3 a 0 sofrido diante do Hinode Barueri.

Maior pontuadora da partida, com 19 acertos, Mari Paraíba também estava feliz com a evolução do time em quadra. "Jogamos muito melhor do que na estreia. Vencemos uma equipe forte, que também está em formação. O que prevaleceu foi o volume de jogo. Estamos ganhando ritmo e o importante é crescer a cada partida", afirmou a ponteira.

O técnico Spencer Lee também elogiou sua equipe. “Tecnicamente, jogamos melhor que na estreia. Começamos a trabalhar com bola dia 3 de julho , ou seja, não temos nem dois meses de treino. E fico muito feliz em dar essa vitória para nossa torcida, especialmente vendo a entrega das atletas. Isso mostra termos um grupo qualificado e que vai evoluir”, assegurou o treinador, que substitui Luizomar, que está no comando da seleção do Peru. “Embora tenhamos errado bastante saque, tivemos agressividade nesse fundamento, o que permitiu chances de bloqueio, defesa e contra-ataque”, completou.

Homenagem - Antes do jogo começar, o Vôlei Nestlé prestou homenagem às mães da equipe. Fabíola, Carol Albuquerque e Camila Brait receberam flores e foram saudadas pela torcida. O reconhecimento tem como motivação o Agosto Dourado, mês é dedicado à conscientização sobre a importância do aleitamento materno e Camila Brait mergulhou de cabeça nessa ação ao criar, nas redes sociais, a campanha Atletas Amamentam.

A líbero do Vôlei Nestlé está grávida de seis meses e meio e, portanto, fora das atividades do time neste início de temporada. Contudo, conta com a apoio das companheiras, que gravaram vídeos para serem veiculados no Instagram (@atletasamamentam) e página do Facebook <http://click.presskit.com.br/?usuid=1739613&urlid=363720&url=http%3A//www.facebook.com/atletasamamentam>www.facebook.com/atletasamamentam), além de colocarem em suas redes sociais.

“Estou muito, mas muito feliz em reencontrar a maravilhosa torcida do Vôlei Nestlé. Osasco sempre foi a minha casa e receber essa homenagem foi demais. Meu sonho sempre foi ser mãe, mas depois que a Alice nascer, quero voltar logo aos treinos para defender o meu time novamente”, disse Camila Brait, que completa. “Quando engravidei, comecei a pesquisar e descobri que amamentação ainda causa muitas dúvidas. Por isso criei a campanha, #atletasamamentam com vídeos no Instagram e Facebook.”

O jogo - O primeiro set foi marcado pelo equilíbrio. Vôlei Nestlé e Bauru alternaram a frente no placar até que, com potentes ataques de Mari Paraíba e um ace, as donas da casa garantiram dois pontos de vantagem (12/10). Mas as adversárias continuaram na cola, e nem uma incrível defesa de Tássia com o pés, quando o time de Osasco fez 22/21, evitou a reação do rival. Forçando o saque, Bauru fechou a primeira parcial por 25/23, em 25 minutos.

O Vôlei Nestlé voltou com tudo para o segundo set. O saque entrou - com direito a ace de Ju Mello no 21/10 -, o bloqueio funcionou e  as donas casa conseguiram segurar uma confortável vantagem média de seis pontos no placar. Mesmo com o nervosismo para fechar a parcial a partir do 24/16, e que exigiu dois pedidos de tempo do técnico Spencer Lee, as jogadoras de Osasco conseguiram manter o equilíbrio para ganhar por 25/20, em 29 minutos e empatar o jogo por 1 a 1. Destaque para Nati Martins, Ju Mello e Paulo, com ataques e bloqueios decisivos no final do set.

Depois de mostrar consistência, o Vôlei Nestlé teve de correr atrás do placar no terceiro set. Com dificuldades no passe, Carol Albuquerque não conseguiu colocar suas atacantes para jogar. Após um bloqueio de Nati Martins, no 9/10, as adversarias abriram. Spencer parou o jogo no 10/15, mas as orientações não surtiram o efeito desejado. E apesar do esforço defensivo em vários ralis, Bauru fechou por 25/18, em 25 minutos.

O quarto set foi equilibrado. O Vôlei Nestlé voltou ligado e pisou fundo no acelerador a partir do 16/13, quando conseguiu desgarrar no marcador, com vantagem média de quatro pontos. Com o passe na mão, Carol Albuquerque acelerou o jogo e Nati Martins aproveitou pelo meio. Mari Paraíba também foi acionada pelas pontas e não decepcionou. Foi dela o ponto final do set para decretar a vitória do time de Osasco por 25/22, em 30 minutos.

No quinto e decisivo set, o Vôlei Nestlé mostrou força e concentração. Assim como na parcial anterior, com o passe na mão, Carol Albuquerque conseguiu variar as opções de ataque. Mari continuou decisiva e Paula apareceu em momentos importantes. Somado isso ao bloqueio de Nati, Natasha e Ju - que fez o último ponto na bola de china - para construir uma sólida vitória por 15/11, em 19 minutos.

O Vôlei Nestlé iniciou a partida com Carol Albuquerque (3), Paula (12), Natasha (17), Mari Paraíba (19), Nati Martins (13), Ju Melo (13) e a líbero Tassia. Entraram Bruna Neri e Ednéia. Técnico Spencer Lee.

O Vôlei Bauru iniciou a partida com: Juma (4), Dayse (15), Angélica (10), Helô (17), Andressa (14), Palacio (15) e a líbero Venega. Entraram: Carol, Ju Carrijo, Valquíria (2) e Ariane (1). Técnico: Fernando Bonato.

Equipe renovada - As principais contratações para a temporada são a levantadora Fabíola e a ponteira Mari Paraíba. A central Ju Mello e a oposta Lorenne também chegam para reforçar o elenco. Além do quarteto, o clube de Osasco renovou os contratos das centrais Bia e Nati Martins, das ponteiras Tandara e Bruna Neri, da oposta Paula Borgo, das levantadoras Carol Albuquerque e Zeni e da líbero Tássia.

Histórico no Paulista - O Vôlei Nestlé é o atual pentacampeão Paulista. O time de Osasco venceu Campinas, em 2012, o Sesi, em 2013, o São Cristóvão Saúde/São Caetano, em 2014, o Sesi, em 2015, e o Pinheiros, em 2016. São seis decisões consecutivas, com cinco títulos e um vice-campeonato em 2011. O clube detém a hegemonia de troféus na competição estadual, com 14 conquistas. O clube da cidade foi campeão nas edições de 1996, 2001, 2002, 2003, 2004, 2005, 2006, 2007, 2008, 2012, 2013, 2014, 2015 e 2016.

Nutrindo os Sonhos dos Jovens - De olho no futuro e na nova geração do vôlei brasileiro, o Vôlei Nestlé reforçou o DNA de seu projeto ao firmar parceria com o Programa Global "Nutrindo os Sonhos dos Jovens", lançado pela Nestlé na Europa em 2013, e que chegou ao Brasil no final de 2015. A equipe para a temporada 2017/18 deve manter a filosofia de mesclar atletas experientes com jovens, que buscam espaço em um clube tradicional como o Osasco. O programa está voltado para a capacitação de jovens para qualificá-los profissionalmente.

Campeonato Paulista - Divisão Especial
Turno único

18/8 - Hinode Barueri 3 x 0 Vôlei Nestlé
25/8 - Vôlei Nestlé 3 x 2 Vôlei Bauru
5/9 - Vôlei Nestlé x Renata Valinhos/Country
8/9 - Sâo Cristóvão Saúde/S. Caetano x Vôlei Nestlé
12/9 - Sesi x Vôlei Nestlé
19/9 - Vôlei Nestlé x Pinheiros


Patrocinadores / Parceiros

Entidades

Torneios

Novo endereço:
Rua Manuel da Nóbrega, 796
Parque Ibirapuera
São Paulo, SP

E-mail: fpv@fpv.com.br

Telefones temporários:
(11) 3889-7302 / 3887-1039
(11)9 8799-2656 / 9 8799-2706

Copyright © 2014 Federação Paulista de Voleyball - Todos os direitos reservados

Desenvolvimento PWI